sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Calabresa Neles!


É com essa capa brilhante do jornal O Dia de hoje que inicio o Calabresa! dessa semana. Humor na tragédia! É esse o espírito! Eu acreditaria em qualquer uma das opções (a gente já acredita em cada coisa... Olimpíadas... Copa... Lula...), mas infelizmente o X vai para o ( ) mais triste.
Hoje também, para me deixar feliz, minha querida cidade (muitas vezes esquecida) ocupou os grandes veículos de comunicação.
Reféns em prédio chique de Nikity.
Sou eu ou isso está ficando estranhamente comum? O trânsito caótico já não aparece nas coberturas diárias de fluxo de veículos, parece que o problema começa “no acesso à ponte”. Nossos morros não aparecem nas propagandas do PAC e nem nos projetos de pacificação. A cada dia, uma esquina onde se encontrava uma linda casinha de paredes rosadas na qual alguém passou a infância, se transforma num condomínio com arvorismo, clube, 2 vagas por apartamento, vasta área de lazer, supermercado, lavanderia, salão de festas. Mundos paralelos! Lá se vão duas décadas do Muro de Berlim, mas aqui ele está mais vivo do que nunca. Muitas vezes invisível e introjetado. Naturalizado.


O Rio não é violento! Mas, Niterói ta indo em direção à mesma paz.

3 comentários:

Felipe disse...

Filha de Sylvia????
Somos farinha do mesmo saco.
Somos um Rio de paz; no sentindo bíblico. Matem o filho dos céus pra que aja paz. Coitado, morreu em vão. Mas, pelo menos, estamos perdoados.
Ou não?

Fiuzza? disse...

Gente, será q minha casinha de paredes amarelas onde passei minha infãncia (pelo menos nos fds) está salva ou só as rosas estão destinadas a este fim trágico?
Parabéns Giu, gostei muito.

Lívia disse...

ótima comparação com o muro de Berlim!